Notícias


 

O curso de Farmácia, implantado em 2014 na UNIFAE, foi um importante investimento para a região. O farmacêutico tem conquistado um importante espaço na área de saúde e cada vez mais se torna uma das primeiras portas de acesso à saúde para a população.

 

Para proporcionar ainda mais qualidade aos acadêmicos, a Instituição vai investir na reforma do laboratório de Microbiologia, que também contará com novos equipamentos como: autoclave, vidrarias, estufa de esterilização e cultura.

 

Além disso, a partir do segundo semestre de 2015, a UNIFAE terá convênios de estágios na rede pública, como o SUS, farmácias, clínicas e indústrias.

 

 

A farmacêutica Ana Laura Oliveira abriu a 1ª Semana da Farmácia da UNIFAE, na noite da última terça feira, dia 23, proferindo uma palestra sobre o tema “Medicamentos Falsificados”. Segundo a profissional, esse problema já foi bem mais grave no Brasil, mesmo assim, ainda persiste. “A indústria tenta, por exemplo, rastrear as cargas roubadas, mas isso é bem difícil”, disse Ana. A farmacêutica ainda ressaltou que os profissionais da área devem ficar atentos ao número de registro de cada remédio e a população precisa verificar sempre se a embalagem não está violada. Outro detalhe importante, e que às vezes passa despercebido segundo ela, é verificar se a embalagem contém o código de barras.

 

CONHECIMENTO

Quanto à série de palestras, workshops e mesas redonda que a UNIFAE está promovendo nessa semana de Farmácia, Ana Laura disse que a iniciativa é Excelente. “Muito boa mesmo porque coloca os alunos em contato com a realidade do mercado e assim, eles têm uma noção cada vez maior do ofício de farmacêutico”, concluiu. Ainda na noite de terça, Dra. Michele Coimbra falou sobre “Farmácia oncológica”.

 

PROGRAMAÇÃO

Para a noite de hoje, está prevista uma palestra sobre “Prescrição Farmacêutica”, com o farmacêutico Antonio Geraldo Santos Jr. Em seguida, haverá uma mesa redonda com o tema “Mudanças na profissão farmacêutica após a liberação da prescrição farmacêutica”.

 

A 1ª Semana de Farmácia da UNIFAE segue até a próxima quinta feira, dia 25, quando haverá palestras sobre os temas “Atuação do Farmacêutico na Fitoterapia” e “Farmácia Hospitalar”.

Alunos do curso de Farmácia da UNIFAE participaram de sua primeira atividade externa neste sábado. Foi o “Farmacêutico na Praça”, uma ação conjunta com o CRF – Conselho Regional de Farmácia. Foram oferecidos gratuitamente à população serviços como medição de glicemia, aferição da pressão arterial e orientação sobre o uso consciente de medicamentos.

 

BIG BOM

O trabalho de 15 alunos do curso de Farmácia da UNIFAE e de quatro farmacêuticos ligados ao CRF foi no anexo do estacionamento do Big Bom supermercados de São João da Boa vista, das 08h00 as 13h00. “Eu achei bem bacana porque muitas vezes a gente nem liga pra fazer esses tipos de exames tão importantes e numa oportunidade dessas acaba fazendo”, disse a aposentada Maria Aparecida de Souza. Para o coordenador de manutenção Wilson de Paula, a oportunidade foi excelente. “Foi ótimo porque eu sou daqueles que não liga pra fazer exames, mas hoje, como estava tudo na mão aqui, eu aproveitei pra fazer, até porque isso é muito importante”.

 

EXPERIÊNCIA

Para os alunos, a atividade foi uma forma de trabalhar o atendimento aos pacientes desde o início do curso. “Isso é bom porque a gente já vê na prática um pouco do que vamos fazer depois de formados”, disse O Aluno Robson Andrade. A colega de classe dele, Cristiane Ribeiro, concorda. “Esse contato com o público é um diferencial, além de divulgar o curso da UNIFAE . Outra aluna do curso de Farmácia, Carla Scanavachi, também valoriza a experiência. “É interessante uma ação como essa porque além de colaborar com as pessoas ainda nos dá a oportunidade de praticar o ofício de farmacêutico”.

 

ATENDIMENTOS

De acordo com Ana Laura Betinardi, do CRF, que orientou os trabalhos, foram feitos perto de 200 atendimentos. ¨Foi muito bom o curso de Farmácia da UNIFAE ter aceitado o nosso convite para fazer esse trabalho juntos. Essa foi uma forma de os alunos começarem a ter um contado mais direto com o público, de conhecerem melhor o trabalho do CRF e prestarem um serviço importante à população”, disse.

Orientados pela professora de Bio Segurança, Claudia Bitencourt, alunos do primeiro semestre do curso de Farmácia da Unifae, apresentaram diversos trabalhos em forma de arte, todos relacionados com a disciplina. Divididos em grupos, os 50 alunos desenvolveram de forma artística, tudo o que foi aprendido até aqui, nesta matéria. Renata Valim é uma das alunas da classe. Ela disse que trabalhos assim, acrescentam muito ao aprendizado. “Eu gostei muito. É um jeito diferente e divertido de aprender. A matéria é nova e um exercício assim, faz a gente memorizar melhor”. Para a professora, a forma lúdica de aprender, estimula os alunos a vivenciar de uma forma mais prática, os temas tratados na teoria, em sala de aula. “O ensino não precisa ser ficado só na ideia do professor como agente transmissor do conhecimento. Os alunos também podem passar o conhecimento e de uma forma lúdica até”, disse Claudia.

 

Lei Federal

A Bio Segurança é a disciplina que fala das praticas seguras, que devem ser adotadas pelo profissional de farmácia, quando manipula materiais e equipamentos em laboratório. A utilização correta desses recursos é fundamental, não só para proteger a integridade do profissional, como também o meio ambiente. No Brasil, a lei federal 11.105, de 24 de março de 2005, é que regulamenta essas normas de segurança.

 

 

Riscos Básicos

A professora Claudia Bitencourt explicou ainda, que existem cinco riscos básicos que devem ser observados pelo profissional, em sua atividade no laboratório:

  1. Químico
  2. Físico
  3. Biológico
  4. Ergonômico
  5. Acidente

Unifae Acontece

A matéria completa sobre as apresentações dos trabalhos dos alunos de Farmácia vai ser exibida na próxima edição do Unifae Acontece, o programa de TV produzido pelo departamento de comunicação da Unifae.

 

O Unifae Acontece é exibido em quatro emissoras da região:

  • TV União ( São João da Boa Vista )

Sábados as 18h00 e 24h00, terças as21h00 e quintas as 17h00.

 

  • TVD ( Mococa )

Terças as 18h00, quartas as  10h40 e quintas  as 21h00.

 

  • APTV ( Espirito Santo do Pinhal )

Quartas as 18h15, sábados as 14h00 e domingo as 10h30.

 

  • TV POÇOS ( Poços de Caldas )

Sextas as 17h00 e sábados as 18h00.

 

 

A aula Magna do curso de Farmácia da Unifae acontece no próximo dia 20 de maio, as 20h00, no auditório do Centro Universitário. Para a aula que inaugura oficialmente o curso, a coordenação convidou o presidente do Conselho Regional de Farmácia, Pedro Eduardo Menegasso e o diretor regional da seccional de São João da Boa Vista, Luiz Gonzaga dos Santos. Os palestrantes devem falar sobre as perspectivas do mercado de trabalho na área e a importância da região agora ter um curso superior para a formação de farmacêuticos.

 

Ano letivo

Os 50 alunos do curso de farmácia da Unifae já iniciaram seus estudos normalmente, desde o início do ano letivo. Junto com Engenharia Civil e Engenharia de Software, o curso de Farmácia é recente na Unifae e também foi implantado porque a direção entendeu que essa era uma carência na região. São quatro anos de estudos divididos em oito semestres.

 

Mercado

Para o coordenador do curso, Adão Carlos Bertoncin, as possibilidades para um profissional que se forma em farmácia são grandes e bem variadas. Uma lei federal de 1973 determina que todas as farmácias e drogarias devem manter um farmacêutico formado em cada loja o que abre muitas frentes de trabalho pelo país. De acordo com o ICTQ  – Instituto de Pós-Graduação para farmacêuticos, o Brasil tem perto de 100 mil estabelecimentos registrados como farmácia ou drogaria. Além dessas possibilidades, o farmacêutico pode ainda desenvolver pesquisas na área farmacêutica ou trabalhar em laboratórios colaborando com o desenvolvimento de novos medicamentos. “Existe uma demanda crescente para novos farmacêuticos. O curso na Unifae veio da hora certa”, disse Adão Bertoncin.