UNIFAE REALIZA AÇÃO PREVENTIVA EM ESCOLA SANJOANENSE

A mochila é um item praticamente indispensável para os estudantes, principalmente àqueles que estão nos ciclos iniciais de aprendizagem. Entretanto, o peso excessivo na bolsa durante o ano letivo faz mal à coluna, afetando a postura, gerando problemas que podem ser notados em curto ou longo prazo.

 

A Sociedade Brasileira de Ortopedia prevê que cerca de 70% dos problemas de coluna na fase adulta são causados pelo peso e esforços repetitivos na infância e adolescência, sendo comum ver nos consultórios uma maior movimentação de alunos se queixando de dores durante o período letivo.

 

Pensando na saúde e bem-estar de indivíduos em idade escolar, professores e graduando do nono semestre em Fisioterapia da UNIFAE estiveram na EMEB João Baptista Scannapieco, em São João da Boa Vista, nesta quinta-feira (10), quando realizaram atividades preventivas contra desgastes osteomusculares gerados pela carga demasiada.

 

O enfraquecimento osteomuscular gera sintomas dolorosos que acometem tendões, músculos, nervos, ligamentos e outras estruturas responsáveis pelos movimentos dos membros superiores, costas, região do pescoço, ombros e membros inferiores.

 

Segundo a Prof. Me. Rebeca Ferreira, este é um tema delicado, que merece o enfoque acadêmico. “Em sala de aula passamos conhecimentos referentes a está temática aos discentes, mas de forma teórica. Hoje eles puderam vivenciar na prática e compreender os benefícios que as ações deles podem trazer a sociedade”, explicou.

 

Durante a visita, os representantes da UNIFAE também realizaram a pesagem das crianças e das bolsas, aconselhando aquelas que estavam carregando volume em excesso, pois o recomendam que a carga da mochila não passe de 10% do peso do aluno.

Fotos